Estudo Sobre Dízimo – REVELADO Tudo o que Ninguém Nunca te Contou!

Hoje vamos estudar sobre um tema que atualmente se tornou muito polêmico entre os cristãos, vamos falar a respeito dos DÍZIMOS!

Será que nós como cristãos somos obrigados a dizimar? 

E se eu não der o dízimo, estarei atraindo para a minha vida maldições?

Qual a sua opinião a respeito desse assunto?

Fique comigo até o final deste estudo onde vou mostrar para você coisas que ninguém nunca te contou sobre o dízimo!

Vou procurar ser o mais simples e objetivo possível, para que você possa compreender e tirar as suas próprias conclusões.

Você vai se surpreender com este estudo acerca dos dízimos.

Você vai conhecer os 5 tipos de dízimos descritos na Bíblia Sagrada, sendo que 3 atualmente não é mais possível de ser praticado.

Só pra deixar bem claro, sou dizimista e amo me gastar na obra de Deus!

Estudo Sobre Dízimo – Tudo o Que Ninguém Nunca te Contou

o que e dizimo

Estudo Sobre Dízimo – O que é e qual o seu significado

Não pretendo aqui esgotar tudo sobre dízimo, afinal isso demandaria uma sequência de muitos outros estudos relacionados, para poder explicar algumas questões teológicas.

Mas pretendo aqui mostrar para você de forma simples, clara e objetiva o que a Bíblia diz sobre o Dízimo e se devemos ou não praticar.

Veja o que vamos aprender neste estudo sobre dízimo:

  • O que é dízimo
  • O que significa dizimo
  • Os 5 tipos de dízimos na Bíblia
  • Para que serve cada um desses dízimos
  • Dízimo no Velho Testamento
  • Dízimo no Novo Testamento
  • A frase que Jesus disse acerca do dízimo
  • Conclusão: Sou obrigado ou não, a dar o dízimo?

Lembre-se, você precisa ler todo o estudo, junto com as referências que vou deixar aqui, para que você possa tirar as suas próprias conclusões.

O Que é Dízimo

A resposta a essa pergunta, provavelmente está na ponta da língua de qualquer pessoa que conhece o mínimo das Sagradas Escrituras.

dízimo é a “décima parte”.

Os judeus davam a décima parte de seus rendimentos a Deus, que normalmente era dado em produtos agrícolas, azeite, ovelhas… 

Já que nessa época não havia muito dinheiro e normalmente as transações eram realizadas através de trocas (um produto pelo outro).

Para nós atualmente, significa que se eu ganho R$1000,00, a décima parte (dízimo) corresponde a R$100,00.

O Que Significa Dizimo

dízimo significado em hebraico

A palavra Dízimo vem do termo Hebraico מַעֲשֵׂר (Maaser).

Em sua raiz temos o termo “issaron” que significa “décima parte”; também o termo “´eser” que significa “dez” e o termo “´asar” que significa “dar o dízimo, dar a décima parte”. 

Na raiz anterior, temos desta palavra um termo muito interessante que é “´asa” e que significa “fazer, fabricar, realizar” e também “ma´aseh” que significa “feito, obra”.

dízimo significado em grego

A palavra Dízimo vem do termo grego “dekate”, e traduzido significa “um décimo”

Os 5 tipos de dízimos na Bíblia

Agora vamos descobrir sobre os 5 tipos de dízimos mencionados na Bíblia e para que serve cada um deles.

Você vai ver também, que 3 desses dízimos não podem ser mais praticados atualmente.

Então vamos continuar com nosso estudo sobre dízimos e chegarmos a uma conclusão sobre o mesmo.

1º tipo de dízimo – Maaser Rishon (primeiro Dízimo)

Este dízimo era tirado das colheitas dos filhos de Israel e dado por direito aos Levitas.

Isso acontecia todos os anos do ciclo sabático, cada ciclo corresponde a 7 anos.

O termo “Sabático” tem origem hebraica na palavra shabat que significa repousar. 

Na antiguidade, de sete em sete anos celebrava-se o ano sabático, um período de repouso para as pessoas e para a terra, durante o qual não se podia semear, nem colher.

Então os Levitas tinham por direito, cobrar o dízimo de seus irmãos.

Só para relembrar, os levitas sãos os descendentes da tribo de Levi, que foram separados para servir diante de Deus e que não receberam terras por herança (Deuteronômio 10:8-9)

Por causa disso, Deus estabeleceu o Maaser Rishon (primeiro Dízimo), vamos ver o que está escrito em Números 18:21;24;26,28,31.

21 – E eis que aos filhos de Levi tenho dado todos os dízimos em Israel por herança, pelo ministério que executam, o ministério da tenda da congregação.

24 – Porque os dízimos dos filhos de Israel, que oferecerem ao Senhor em oferta alçada, tenho dado por herança aos levitas; porquanto eu lhes disse: No meio dos filhos de Israel nenhuma herança terão.

Porque os Levitas não tinham herança de terra (para plantar e colher) e porque trabalhavam para Deus, o Senhor estabeleceu esse dízimo.

Onde os filhos de Israel pagavam pelo trabalho que os levitas executam em favor de Israel

26 – Também falarás aos levitas, e dir-lhes-ás: Quando receberdes os dízimos dos filhos de Israel, que eu deles vos tenho dado por vossa herança, deles oferecereis uma oferta alçada ao Senhor, os dízimos dos dízimos.

Aqui entra o Dízimo dos Dízimos, não vou detalhar agora sobre ele. Só vamos ressaltar que os Levitas, após receberem o dízimo, também tinham que dar o dízimo aos Sacerdotes (filhos de Arão).

Infelizmente existem igrejas distorcendo o Dízimo dos Dízimos, ensinado o povo de maneira errônea para poderem se auto beneficiar.

28 – Assim também oferecereis ao Senhor uma oferta alçada de todos os vossos dízimos, que receberdes dos filhos de Israel, e deles dareis a oferta alçada do Senhor a Arão, o sacerdote.

31 – E o comereis em todo o lugar, vós e as vossas famílias, porque vosso galardão é pelo vosso ministério na tenda da congregação.

Esse primeiro tipo de dízimo “Maaser Rishon” não pode mais ser praticado por dois motivos.

1º – Esse dízimo está relacionado a colheita, toda a décima parte era dada aos levitas, e como atualmente eu e você não exercemos atividades agrícolas, mas trabalhamos para recebermos um salário em dinheiro no fim do mês, então não podemos praticar esse dízimo.

2º – Mesmo que você ou uma pequena (mas importante) parcela dos cristãos trabalhe com atividades agrícolas, ainda assim não é possível praticar esse dízimo, afinal, não temos mais Levitas trabalhando no Santuário de Deus em Jerusalém. 

2º Tipo de Dízimo – Maasser Sheni (segundo dízimo)

Em Deuteronômio 12 e 14 encontramos o Maasser Sheni, em hebraico, מעשר שני “segundo dízimo”.

Deus ordena ao seu povo que devem ir ao lugar que Ele haveria de escolher para habitar o Seu nome, para poderem levar holocaustos, sacrifícios, DÍZIMOS, ofertas e os votos, veja:

Dt 12:11 – Então haverá um lugar que escolherá o Senhor vosso Deus para ali fazer habitar o seu nome; ali trareis tudo o que vos ordeno; os vossos holocaustos, e os vossos sacrifícios, e os vossos dízimos, e a oferta alçada da vossa mão, e toda a escolha dos vossos votos que fizerdes ao Senhor.

Dt 12:17 – Dentro das tuas portas não poderás comer o dízimo do teu grão, nem do teu mosto, nem do teu azeite, nem os primogênitos das tuas vacas, nem das tuas ovelhas; nem nenhum dos teus votos, que houveres prometido, nem as tuas ofertas voluntárias, nem a oferta alçada da tua mão.

Dt 12:18 – Mas os comerás perante o Senhor teu Deus, no lugar que escolher o Senhor teu Deus, tu, e teu filho, e a tua filha, e o teu servo, e a tua serva, e o levita que está dentro das tuas portas; e perante o Senhor teu Deus te alegrarás em tudo em que puseres a tua mão.

Hoje sabemos que este lugar que Deus escolheu para o seu povo, foi Jerusalém.

Este segundo dízimo, não isentava a pessoa do primeiro dízimo (que já falamos anteriormente).

Na verdade o Maasser Sheni é um dízimo cerimonial, não era 10% de toda a colheita, mas sim a décima parte dos melhores frutos da colheita.

Ou seja, de toda a colheira, era separada a melhor parte, e dessa melhor parte então, que era retirada os 10% para Dizimar.

Esse dízimo deveria ser levado para dentro dos limites do templo em Jerusalém para ser comido pelo marido, esposa, filhos, servos e até mesmo pelos Levitas.

Esse dízimo a pessoa não poderia comer em sua própria casa ou onde achasse melhor, mas deveria ser levado a Jerusalém para poder comer. Veja:

Dt 14:22 – Certamente darás os dízimos de todo o fruto da tua semente, que cada ano se recolher do campo.

Dt 14:23 – E, perante o Senhor teu Deus, no lugar que escolher para ali fazer habitar o seu nome, comerás os dízimos do teu grão, do teu mosto e do teu azeite, e os primogênitos das tuas vacas e das tuas ovelhas; para que aprendas a temer ao Senhor teu Deus todos os dias.

Aqui entra algo muito importante, para aqueles que não podiam viajar para Jerusalém levando todo o dízimo (seja pela distancia que moravam, ou porque a colheita era muita e por questões de logística era inviável transportar).

Deus ordenou que poderia ser trocado por dinheiro e então com esse dinheiro a pessoa viajava até Jerusalém, e ali trocava novamente por tudo o que sua alma desejasse para poder comer com sua família dentro dos limites do templo..

Dt 14:24 – E quando o caminho te for tão comprido que os não possas levar, por estar longe de ti o lugar que escolher o Senhor teu Deus para ali pôr o seu nome, quando o Senhor teu Deus te tiver abençoado;

Dt 14:25 – Então vende-os, e ata o dinheiro na tua mão, e vai ao lugar que escolher o Senhor teu Deus;

Dt 14:26 – E aquele dinheiro darás por tudo o que deseja a tua alma, por vacas, e por ovelhas, e por vinho, e por bebida forte, e por tudo o que te pedir a tua alma; come-o ali perante o Senhor teu Deus, e alegra-te, tu e a tua casa;

Logo, este segundo dízimo, o Maasser Sheni que também era tirado dentro de um ciclo sabático, era para ser comido diante do Senhor, para temor e alegria.

Observação: Dentro desse ciclo sabático, período de sete anos, esse segundo dízimo se refere ao melhor da colheita dos anos “Um, Dois, Quatro, Cinco e Sete”.

As colheitas que aconteciam nos anos “Três e Seis” tinham outro propósito, que veremos no 3º tipo de dízimo.

Esse segundo tipo de dízimo “Maasser Sheni” também não pode mais ser praticado por dois motivos.

1º – Assim como o primeiro dízimo, ele é oriundo de colheitas.
2º – Tem que ser levado ao Templo em Jerusalém, que hoje não existe mais.


REVELADO… TODOS OS SEGREDOS DA CULTURA JUDAICA QUE NUNCA NINGUÉM TE CONTOU

Professor de EBD ajuda cristãos a INTERPRETAR A BÍBLIA de forma totalmente DIFERENCIADA usando o HEBRAICO BÍBLICO e tudo o que não te contaram sobre a CULTURA JUDAICA.

Você vai conhecer tudo sobre o tabernáculo, as Festas Bíblicas, Casamento Judaico, além de ter acesso a várias interpretações de passagens bíblicas no seu contexto original.

Clique Aqui Para Baixar Sua Cópia Agora Mesmo


3º Tipo de Dízimo – Maasser Ani – O Dízimo dos Pobres

Veremos agora o terceiro tipo de Dízimo no antigo testamento, conhecido como o Dízimo do Pobre, em hebraico מייזר אני “Maasser Ani”.

Vamos ver o que a Bíblia Diz:

Dt 14:28 – Ao fim de três anos tirarás todos os dízimos da tua colheita no mesmo ano, e os recolherás dentro das tuas portas;

Dt 14:29 – Então virá o levita (pois nem parte nem herança tem contigo), e o estrangeiro, e o órfão, e a viúva, que estão dentro das tuas portas, e comerão, e fartar-se-ão; para que o Senhor teu Deus te abençoe em toda a obra que as tuas mãos fizerem.

Outra referencia bíblia:

Dt 26:12 – Quando acabares de separar todos os dízimos da tua colheita no ano terceiro, que é o ano dos dízimos, então os darás ao levita, ao estrangeiro, ao órfão e à viúva, para que comam dentro das tuas portas, e se fartem;

Dt 26:13 – E dirás perante o Senhor teu Deus: Tirei da minha casa as coisas consagradas e as dei também ao levita, e ao estrangeiro, e ao órfão e à viúva, conforme a todos os teus mandamentos que me tens ordenado; não transgredi os teus mandamentos, nem deles me esqueci;

O texto é bem claro, esse dízimo, que mais uma vez está relacionado a colheita, deveria ser dado ao Levita, estrangeiro, órfão e a viúva.

Dízimo no Velho Testamento

Então vamos recapitular sobre os 3 dízimos no velho testamento que não podem mais ser praticados.

Masser Rishon – O primeiro dízimo que era dado aos Levitas, 10% da colheita. Que por sua vez os levitas retiravam 10% e davam ao cohen ou Kohen, em hebraico “כהן”, nome dado ao sacerdote.

Maasser Sheni – O segundo dízimo, que no primeiro, segundo, quarto, quinto e sétimo ano do ciclo sabático, o agricultor retirava 10% do melhor da colheita e levava para Jerusalém, onde era comido ou redimido.

Maasser Ani – O dízimo do pobre, que no terceiro e sexto ano no ciclo sabático, ao invés de levar-se o maasser sheni ao Templo Sagrado, este era dado aos pobres.

Hoje os judeus praticam o Tzedaka, Tsedaca ou mesmo Zedacá (hebraico: צדקה).

É o mandamento judaico que muitas vezes é traduzido erroneamente, como caridade. Ela tem origem na palavra tzedek (justiça) sendo uma tradução mais precisa “justiça social”.

É a obrigação que todo judeu tem de doar algo de si, quantificado em no mínimo 10% dos ganhos, ao necessitado judeu ou filho de Noé.

Também podem ser doados trabalho ou conhecimento e todos os judeus têm que cumprir o tzedacá, tanto os ricos quanto os miseráveis e as crianças.

Podemos falar mais sobre esse assunto num próximo estudo.

O Dízimo Foi Abolido?

Agora vamos ver os outros dois tipos de dízimos que também encontramos no velho testamento, e assim poderemos entender se o dízimo realmente foi abolido, ou não foi.

O Dízimo de Abrão – Despojos de Guerra

Vamos fazer um breve resumo do que está escrito em gênesis 14.

O capitulo se inicia falando de quatro reis impios (Anrafel, rei de Sinar; Arioque, rei de Elasar; Quedorlaomer, rei de Elão; e Tidal, rei de Goim).

Que durante doze anos aterrorizavam e exploravam os povos de Sodoma, Gomorra, Admá, Zeboim e Zoar, cobrando altos impostos.

Então, no décimo terceiro ano os reis destas últimas cinco cidades, decidiram resistir e não pagarem mais os impostos.

E no décimo quarto ano, os outros quatro reis exploradores, declararam guerra a estas cinco cidades.

Os quatro reis venceram a batalha sobre os outros cinco reis, e levaram cativo o povo com todos os seus bens, incluindo Ló sobrinho de Abrão, que habitava em uma das cidades derrotadas.

Quando a notícia chega ao conhecimento de Abrão, ele pega 318 de seus empregados, nascidos em sua propriedade e empreende uma campanha para libertar seu sobrinho Ló.

O exército de Abrão era insignificante diante do exército dos quatro reinos, mas sua fé no Deus altíssimo foi o diferencial que lhe garantiu magnifica e histórica vitória.

Vitorioso, Abrão volta trazendo Ló e tudo quanto lhe pertencia, bem como aos despojos que foram saqueados de Sodoma e as demais cidades, que consistia em mantimentos, bens e pessoas. (Gênesis 14:16).

Gn 14:18 – E Melquisedeque, rei de Salém, trouxe pão e vinho; e era este sacerdote do Deus Altíssimo.

Gn 14:19 – E abençoou-o, e disse: Bendito seja Abrão pelo Deus Altíssimo, o Possuidor dos céus e da terra;

Gn 14:20 – E bendito seja o Deus Altíssimo, que entregou os teus inimigos nas tuas mãos. E Abrão deu-lhe o dízimo de tudo.

Depois de ser abençoado, Abrão então dá o dizimo a Melquisedeque. Vale ressaltar que o dizimo dado por Abrão, foi dos despojos que ele trouxe da guerra

Hebreus 7:4 – Considerai, pois, quão grande era este, a quem até o patriarca Abraão deu os dízimos dos despojos.

Abrão, muito tempo antes da lei é o primeiro homem mencionado na Bíblia a dar o dízimo.

Ele fez isso não por obrigação, mas SIM POR GRATIDÃO A DEUS e porque RECONHECEU que o Senhor havia lhe ajudado a vencer uma guerra que humanamente falando era impossível de ser vencida.

Por isso nós que somos cristãos, devemos sim dar os dízimos, não por obrigação, mas sim por gratidão a Deus.

Que tem nos feito vencer as guerras e batalhas que travamos em nosso dia a dia, sem Ele não seria possível vencer o mal.

Então se eu acredito que é Deus quem me faz vencer as batalhas da minha vida, então em gratidão eu devo devolver a Ele dízimos.

Por gratidão e não por obrigação!

Agora, se eu não reconheço ou não consigo reconhecer isso, logo não tem gratidão, pois a gratidão só vem daquilo que eu reconheço.

O Dízimo de Jacó – Mediante a Fé e o Voto

Vamos ler o que a Bíblia Sagrada diz a respeito disso em Gênesis 28.

Gn 28:20 – E Jacó fez um voto, dizendo: Se Deus for comigo, e me guardar nesta viagem que faço, e me der pão para comer, e vestes para vestir;

Gn 28:21 – E eu em paz tornar à casa de meu pai, o Senhor me será por Deus;

Gn 28:22 – E esta pedra que tenho posto por coluna será casa de Deus; e de tudo quanto me deres, certamente te darei o dízimo.

Jacó fez um voto a Deus, de pagar o dízimo de TUDO o que Deus lhe permitisse ter.

Então, se eu reconheço que é Deus quem me dá aquilo que possuo, seja me dando força, sabedoria, inteligencia ou saúde para trabalhar e conquistar.

Então por gratidão eu devolvo o dízimo, pois sei que TUDO o que tenho ou possuo, veio de Deus.

Por reconhecimento que é Ele quem me permite ter, voluntariamente dízimo.

Não por lei ou por obrigação.

Por lei, quem dizimava era Israel, mas nós dizimamos por gratidão, reconhecimento e honra.


E como fica a questão de Malaquias 3:10 ?

E a respeito do devorador?

E o Dízimo no Novo Testamento?

E a frase que Jesus falou sobre o dízimo?

Bom, falarei sobre isso num outro estudo, pois esse aqui já ficou muito extenso.

Para você receber os próximos estudos onde abordaremos essas questões, basta cadastrar seu e-mail abaixo.

Esta Gostando do Conteúdo?
Então cadastre o seu e-mail para receber os novos conteúdos que vão impactar ainda mais a sua vida espiritual!
E-mail inválido! Confirme se está correto e tente novamente.
Quero Receber
  • gmail.com
  • outlook.com
  • outlook.com.br
  • yahoo.com
  • yahoo.com.br
  • hotmail.com
  • live.com
  • icloud.com
  • bol.com.br
  • ig.com.br
  • terra.com.br

HEY, VOCÊ GOSTARIA DE SER UM PREGADOR \ ESTUDANTE DA BÍBLIA TOTALMENTE DIFERENCIADO?

A maioria dos pregadores diferenciados e estudantes da bíblia que chamam atenção das pessoas enquanto fala são aquelas que tem um estudo diferenciado
Você já conheceu alguém que enquanto fala todos querem ouvir? 
O que essas pessoas tem que as outras não?
Essas pessoas tem muito conhecimento bíblico e sabem fazer uma EXCELENTE EXEGESE BÍBLICA
Gostaria de aprender hebraico bíblico e cultura judaica e o principal, fazer uma excelente exegese bíblica? 

CLIQUE AQUI PARA APRENDER HEBRAICO BÍBLICO E CULTURA JUDAICA


 

O que você achou deste conteúdo? Conte nos comentários.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *